Devoção Particular do Divino Espírito Santo de Vila Isabel

 

DEPESVI

 

Rio de Janeiro  -  Brasil

         

            Hoje,com sede própria localizada à Praça Barão de Drumonnd no 17     (antiga       Praça 7 de março), em Vila Isabel, Rio de Janeiro, RJ, a Devoção Particular do Divino Espírito Santo de Vila Isabel (DPDESVI) foi fundada no dia 14 de abril de 1913, na casa 301 da Rua Torres Homem, residência do Sr Manoel Faria dos Santos, sendo seus fundadores e principais iniciadores, os seguintes senhores:  Manoel Faria dos Santos, Aníbal Natal Campagnani, Manoel Pedro de Carvalho, João Muniz Machado e Manoel de Souza Oliveira.

            Em seguida, outros grandes nomes mantiveram as tradições, que com muito sacrifícios, chegaram até os dias atuais. São eles: Antonio da Rocha Vaz, Salvador Ferreira Carneiro, Edgard Alves Martins, João Ferreira Machado (Galhano), José Machado Lourenço, João Machado Lourenço Junior, Paulo Cotta da Silva, José Luiz da Silva Filho, David Gomes, Manoel Matos, João Luiz, José Machado Lourenço Filho, João Pimentel e Isidro Pimentel (atual Presidente). Não se pode esquecer das senhoras zeladoras que, ao longo desses 87 anos, também contribuíram e, ainda, contribuem com muito carinho e dedicação. São elas: Edith Leitão Lourenço, Ana Itália Matos, Belmira Gomes, Lidia da Rocha Vaz, Alzira Martins Pereira, Neuza de Souza Lourenço, Idalina Pimentel, entre tantas outras.

Bandeiras

Coroa do Divino Coroa da Trindade Coroa Capela_Antiga Coroa Capela_Nova Coroa_CARJ

O Nosso Império

Bandeira da Capela

Diretoria

Manto do Altar

Aspectos da Festa na casa de um irmão em 1985

Festas do Divino em Vila Isabel:  1993 a 1998   1999 - 2000 -2001   2002 - 2003 - 2004   

Cortejo, Missa, Coroação, Procissão em   2005

Missa e coroação em Vila Isabel - 2005

O Bodo em nossa Capela.

A Festa do Divino em 1940.

Vila Isabel (Praça Sete) - Refeitório antigo - Anos 1940

Da esquerda para a direita, vê-se as Sras. Laidinha, Floripes, Neuza, Tereza, Eunice, Alzira (apontada pela seta vermelha) com seu marido Manoel (Manduca) e Antonio.

Na parte de trás pode-se ver a Lídia, seu irmão Walter, Zeca, e outros.