A Festa do Divino em Cunha - SP

 

Tradições Religiosas



Festa do Divino Espírito Santo
(Paróquia N. Sra.Senhora da Conceição)

Dia 09/07 – Chegada da imagem de Nossa Senhora de Aparecida e Início da Novena
Dia 18/07 – Encerramento da Novena e Almoço – Afogadão


 

 


     Há muitos anos atrás, desde os primeiros cristãos, a festa já era um acontecimento na cidade. No tempo de nossos avós os mesmos diziam que as oferendas eram distribuídas aos moradores da cidade em “carros de Boi” (carnes e doces), de casa em casa, numa autentica festa popular.
     Esta festa representa a religiosidade e cultura de nosso povo, onde vive-se a cada ano a vinda do Espírito Santo sobre os fiéis; segundo “Pentecostes” (descida do espírito santo sobre os apóstolos prometidos por Jesus como o consolador.)
     Assim como em todos os anos estamos preparando a festa de acordo com o costume; doações (onde existe o costume de se arrecadar bovinos, ovinos, gêneros alimentícios e dinheiro), novena, pregadores e festa popular com o tradicional almoço (Afogadão) onde se oferece em torno de mais de 20.000 refeições.

Procissão do Divino Espírito Santo

     As doações recebidas são entregues à paróquia: os bovinos para a reforma da Igreja Matriz, capelas do município e manutenção da paróquia; os gêneros alimentícios são usados no almoço servidos para a população e visitantes no dia da festa (18/07/2004) em local pré-estabelecido (Casa da Festa).
     Este trabalho tem como função divulgar a festa no município, arrecadar fundos para a realização da evangelização através de suas visitas às casas da população de Cunha, onde os festeiros são bem recebidos, fazem uma oração levando a bandeira para abençoar e renovar a fé do povo, não permitindo que esta tradição desapareça. A preparação da festa deste ano começou no mês de outubro de 2003, pois o festeiro tem pouco tempo para percorrer todo o município.
     O símbolo da Festa do Divino é a tradicional Bandeira com a pomba branca. As fitas que os fiéis colocam representam a fé do povo, fazendo com que cada um alcance sua graça através de cada fita simbolizada.